O meu pensamento

É com muita tristeza que nada vai mudar até lá
Onde o sol continuará a queimar, tipo no Zango, onde o povo morre com o abandono sanitário e o Cequele chora por terra mal vendidas. Chora pelos mortos na briga de terra que a muito tempo no atrás, os camponês faziam as suas lá, no tempo do colosso. Mais hoje até o osso é comido pelos colossos do tempo de hoje.
É com muita tristeza, que a corrupção irá continuar, perto do Covid-19 vestido de bisino em RTPCR rompido de som Please. Na passagem de um barregudo que engordara o cumbo de quem é mal pago na nossa banda.
Nada vai mudar! No percurso de notas postas à linhas soltas, no curral de barata que pega o ferram martelo, na cara do brada que rouba o seu ovo, mais dis; que dele fora ouro vindo de outros, que nunca doaram os novos ovos por merecermos e convenie-los em sons de camelos no deserto gordo já dormidos.
Até lá, os vícios e os estatutos seram sempre viciosos, os métodos democráticos seram sempre matado por destruições amargas, sem métricas corretas nos médicos bajulados, a cuca ganha percentagem e o povo é bajulados…

Bruno C. Muanha

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: